Frete Grátis para todo Brasil em Produtos Ri Happy Acima de R$150*

Tablets

Filtros
Filtrado por:
Gênero
Idade
Licenças
Marca
Subcategoria
Vendido Por
Faixa de Preço
Mostrando 28 de 326

Quando e porquê usar um tablet?

Os tablets fazem parte das ferramentas informáticas que dominaram o nosso dia a dia. Seu formato reduzido é um excelente aliado dos jovens estudantes e profissionais que precisam de um apoio melhor do que o smartphone, mas mais prático e fácil de transportar do que os notebooks e computadores tradicionais.

Mesmo que este não seja um brinquedo para as crianças, assim como as caixas de som, o seu uso pode facilitar o quotidiano dos pais que colocarão músicas, procurarão receitas e se inspirarão na internet de brincadeiras com os pequenos.

A partir de quantos anos deixar o seu filho jogar com um tablet?
Todos sabemos o sucesso que as telinhas fazem com grandes e pequenos. Dos desenhos animados na TV até as mais variadas possibilidades de jogos disponíveis em IOS e em Android e desenvolvidos diretamente para as crianças, opções não faltam para entreter os baixinhos.

A maior parte das pesquisas e dos especialistas concordam que o ideal é evitar uma exposição intensa nos primeiros anos de vida, privilegiar o equilíbrio do tempo de tela permitido, e guardar uma atenção especial à qualidade do conteúdo que é difundido às crianças.

Mas a pergunta persiste : a partir de quando usar o tablet infantil? Na hora de decidir a idade na qual liberar os tablets e outros aparelhos de informática, o mais importante é identificar e respeitar o ritmo do desenvolvimento e da aprendizagem do pequeno.

Assim, antes dos 3 anos de idade, o ideal é evitar que a criança passe vários minutos na frente da telinha de TV ou de tablet realizando uma atividade passiva. Priorize atividades lúdicas, como os jogos eletrônicos em família e controle o uso para que este objeto vire um brinquedo como outros.

Entre 6 e 9 anos, a criança pode ser introduzida à internet e às possibilidades de criação com a informática. O controle dos pais ainda é necessário, mas uma abertura para que os baixinhos descubram as regras do mundo virtual é bem-vinda.

Encontre outras dicas no Modo de brincar, o blog da Ri Happy.